Em entrevista ao Portal BomFm, Presidente do SINSERV destaca importância da participação dos servidores na eleição do sindicato

Venício Lucena e Ednélia Pereira

Na última quinta-feira (25Novembro21), o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jequié e Região (SINSERV), Venicio Lucena, foi convidado pelo comunicador e redator do portal, BomFm, André Bomfim para falar sobre o seu legado no comando da atual gestão sindical e para falar sobre as propostas da chapa Unidade, Experiência e Ação. Venicio falou sobre as principais bandeiras de luta, como será o relacionamento com o Executivo Municipal, se espera ter na Câmara Municipal de Vereadores um aliado ou aliada a favor dos servidores, como será feito o gerenciamento administrativo do sindicato e na atual conjuntura, como ampliar a participação dos servidores junto ao sindicato.

De acordo a Venicio o edital para a eleição sindical, foi publicado no dia 22 de outubro de 2021 em jornais de grande circulação no Estado da Bahia, mas mesmo assim apenas uma chapa foi inscrita, a chapa que Venicio é o candidato a presidente, chapa, Unidade, Experiência e Ação.

Segundo Venicio, cerca de 40% da chapa é de novos associados, os quais não participam da atual gestão, respeitando a paridade entre homens e mulheres. A chapa é composta por 28 servidores municipais da região, sendo 1 de Itagi, 2 de Itiruçu, 1 de Lafaiete Coutinho, 1 de Manoel Vitorino e 23 de Jequie, os quais representam diretamente os servidores da Educação, Saúde, Serviços Públicos, Infraestrutura, Desenvolvimento Social, SUMTRAN e Guarda Municipal.

Na entrevista, o presidente falou sobre um de seus principais legados na presidência do SINSERV. Venicio destacou a construção da sede do sindicato e agradeceu o apoio da diretoria e dos associados. O sindicato tem base regional com sede em Jequié e foi fundado em 02 de outubro de 1991, atuando sempre em defesa do servidor público municipal e desde 2009 tem delegacias regionais em vários municípios: Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Irajuba, Itagi, Itiruçu, Jequié, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Manoel Vitorino e Planaltino.

No encontro, o presidente destacou ainda o trabalho e o relacionamento do sindicato com as administrações municipais e o legislativo, que de acordo a Venicio, sempre foi marcado pelo diálogo, buscando sempre sanar os problemas da categoria.

“Pretendemos manter o que sempre buscamos, o diálogo com os poderes constituídos”.

Venicio destacou o trabalho, crescimento e fortalecimento do SINSERV, hoje um dos maiores e mais forte sindicato da região e ressaltou a importância dos servidores associados em participar do dia a dia e das ações do sindicato.

“O servidor público hoje sofre, mas é necessário resgatar a vontade de lutar do servidor público”.

Confira a entrevista na íntegra.

BFM – O que propõe a chapa, ou seja, quais as principais bandeiras de luta?

Venicio Lucena – Dar continuidade a todas as lutas de enfrentamento, tanto ao nível estadual, quanto ao nível federal e principalmente ao nível municipal, com todo o desmonte do serviço público. Nós temos o cumprimento da Lei de 1992 que trata do plano de cargos e salários do município de Jequié, mas tem algumas brigas do estado, principalmente junto aos funcionários da saúde e ao nível federal contra o desmonte do serviço público a PEC da Reforma Administrativa e também pela aprovação da PL da enfermagem, que ontem obteve uma vitória.

Todas as pautas são lutas no campo político, mas a luta envolve também a manutenção da estrutura do serviço público com a indicação também de melhorias das condições da sede do nosso sindicato, da criação de um espaço de lazer e interatividade entre o associado e a instituição sindical, fechar parcerias com as universidades. Tudo isso faz parte de um planejamento que a nossa chapa tem como objetivo maior dar continuidade àquilo que foi feito, lógico que com melhorias e fazendo muito mais.

BFM – Como será o relacionamento com o Executivo?

Venicio Lucena – Pretendemos manter o que sempre buscamos, o diálogo com os poderes constituídos, lógico que depende muito mais dos poderes porque, o que a gente consegue enxergar nesse primeiro ano da gestão municipal, é uma distância dos movimentos sociais e sindicais, a gente precisa se aproximar cada vez mais. A cobrança é um direito dos servidores e também do cumprir o dever, então, tem esses dois lados. O SINSERV tem por bandeira sempre a questão do diálogo, a manutenção do diálogo permanente com os poderes constituídos e não vai ser diferente com a gestão, cabe muito mais da gestão municipal, ela se posicionar em chamar os sindicatos para que possa ser, nesse momento coparticipante nas ações que visam a melhoria da qualidade do serviço público, do quadro munícipe e também respeitando os direitos dos trabalhadores.

BFM – A chapa espera ter na Câmara Municipal de Vereadores um aliado ou aliada a favor dos servidores?

Venicio Lucena – Esperamos sempre dos legisladores que criei leis que favoreçam a população e não diferente, que respeitem também os direitos dos servidores. Pretendemos a melhoria da relação com a Câmara de Vereadores, infelizmente algumas situações são à revelia do sindicato, algumas leis que causam impacto na vida dos servidores, sem a prévia comunicação da Mesa Diretora da Câmara. Precisamos sim melhorar porque no passado a gente tinha o vereador Regis Silva, que sempre trazia para a gente, situações, mas agora não nos encontramos com esse canal de interlocução, com o trazerem as demandas dos servidores para discutir com a gente para que não aconteça cisões, mas como dito, respeitamos muito os poderes constituídos, mas é preciso também o respeito pelo servidor público municipal de carreira, aquele que não vai passar né? O Executivo passa, o Legislativo passa, mas o servidor de carreira continua.

Precisamos melhorar sim, e muito a relação com a Câmara de Vereadores por conta de alguns projetos que envolvem a vida do servidor e por não ser discutido com a representação sindical.

BFM – Como é será feito o gerenciamento administrativo do sindicato?

Venicio Lucena – O gerenciamento administrativo do sindicato se dá através das contribuições dos nossos associados, nós lidamos com o dinheiro público, vindo de nossos associados, e uma das preocupações nossas sempre foi no passado e continua sendo no presente, a transparência com o investimento com os recursos financeiros. A melhoria da sede que foi construída na nossa gestão, mas não paramos por aí, nos pediram para continuar para ampliar as condições de trabalho nela oferecendo mais conforto para os associados.

Vamos fechar parcerias com clínicas de psicologia e equipes de saúde. Utilizar o dinheiro investido pelo associado da melhor maneira possível, sem benefício próprio, mas retornando para o associado, com o jurídico funcionando a contento, assim como os departamentos, nosso quadro funcional recebendo tudo em dias.

Administrar esse dinheiro público é nossa preocupação, inclusive nossas contas são publicadas em diários, nossa contabilidade está sempre aberta, quem tiver dúvidas é só procurar a direção do sindicato que apresentamos como esse investimento foi efeito com o erário público, porque esse investimento financeiro é do associado e nós administramos de maneira tranquila.

BFM – Como ampliar a participação dos servidores junto ao sindicato?

Venicio Lucena – Essa é uma questão fundamental para nós, a ausência dos servidores na luta pelos interesses da própria categoria, pois sabemos que a gestão municipal coopta alguns, outros não acreditam muito na luta, por isso sofremos algum revés nas três esferas. O servidor público hoje sofre, mas é necessário resgatar a vontade de lutar do servidor público, e para isso a gente realiza as assembleias, onde descobrimos gente nova, participamos dos conselhos de saúde, educação, assistência social, então o sindicato precisa sempre estar renovando, o sindicato está sempre aberto a isso, mesmo com a direção eleita, a gente sempre vai dando espaço e com os associados fazendo parte dessa composição para que surjam novas lideranças, novas pessoas comprometidas com a luta sindical.

BFM – Considerações finais.

Venicio Lucena – Agradecemos o espaço do portal, BomFm que nos abriu espaço para levar a mensagem da chapa Unidade, Experiência e Ação. Dizer que a eleição ocorrerá no dia 1 e 2 de dezembro, na sede do sindicato e nas delegacias regionais. Estamos montando toda a logística para que a eleição possa acontecer, a comissão eleitoral é formada por pessoas indicadas pela CTB para a organização do processo eleitoral.

Gostaria de fazer um convite aos associados para que votem e exerçam o seu direito, nos dias 1 e 2 de dezembro das 8h às 17h para que possam exercer seus direitos de cidadãos associados ao SINSERV, legitimando aqueles que representam a categoria. Convido a todos nesse momento e agradeço.

Seria interessante que fosse um processo de disputa, mas a chapa única mostra confiança por todo o trabalho realizado mostrando unidade. Esperamos os nossos associados nesse período para que digam sim ou não, para que referendem o trabalho da nossa chapa e dizer também que contamos com uma maior mobilização do trabalhador na defesa dos seus interesses, não a reforma trabalhista, não a reforma administrativa e dizer que a nossa luta nesse momento, é uma luta local, mas que temos uma luta nacional contra o desmonte do serviço público no país, que precisamos ter resistência, resistir contra todo o desmonte do serviço público.

FONTE: Portal BomFM

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *