Pagamento dos Servidores é pauta de reunião do SINSERV com a Prefeitura de Jequié

Com o objetivo de discutir a situação do Pagamento dos servidores, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Jequié e Região (SINSERV), Venicio Lucena Barbosa Júnior, acompanhando das diretoras sindicais Maria Neide Cruz Sampaio, Ednélia Almeida e Claudio Figueiredo , em conjunto com a APLB Sindicato, se reuniram na manhã desta segunda-feira (23), na sede da Prefeitura Municipal. O retorno do prefeito Sergio Gameleira causou incertezas nos servidores públicos, uma vez que tal situação foi uma prática constante durante a Gestão Gameleira.

O presidente Venicio Lucena declarou que “é necessário haver uma relação de confiança entre Gestão e Servidor”. Em resposta, o Secretário de Fazenda, Marcio Rafaelli disse que durante o tempo que estiver secretário, garantirá o pagamento dos salários dos servidores ativos e inativos dentro do prazo legal constitucional. Para ele, é necessário priorizar algumas questões e pagamento de salário é uma delas. O Secretário não aceitou nenhum compromisso de pagamento durante esse mês de novembro. Ele disse que todos os esforços estão voltados para a efetuação dos salários dos servidores. O Secretário Marcio Rafaelli ainda garantiu que o pagamento do décimo terceiro salário, será realizado até o dia 20 de dezembro de 2020.

Outro ponto discutido foi as condições de trabalho que o servidor vem enfrentando nos seus postos de trabalho, em especial nas unidades de Saúde. O SINSERV tem recebido diversas reclamações em relação a higienização nesses locais e denúncias que a limpeza correta não vem acontecendo há algum tempo. “O que preocupa, já que a medida é importante nesse momento de COVID-19 que evita a propagação do vírus. Inclusive, o município de Jequié já perdeu um número significativo de servidores para essa doença”, ressaltou o presidente do SINSERV.

A diretora do SINSERV, Maria Neide questionou sobre o decreto que suspende férias e licenças prêmios dos servidores por um prazo de noventa dias. Ela ressaltou que tal medida não é razoável para o servidor que está à frente do Combate a COVID-19, ficar sem fruir suas férias pode desencadear diversos problemas de saúde no servidor.

Sobre a higienização dos postos de saúde e a suspensão de férias e licenças prêmios, o Secretário de Fazenda disse que o contrato com a ATIVACOOP, que mantinha um grande número de trabalhadores terceirados prestando serviço, foi encerrado, e não foi possível renová-lo, inclusive existe algumas pessoas trabalhando sem nenhum tipo de vínculo empregatício. Rafaelli ainda declarou que foi feito um processo licitatório para nova contratação de pessoal, porém foi impugnado pelo fato de estar faltando apenas 30 trias para atual gestão municipal acabar. Dessa forma não será possível realizar novas contratações, devido o curto período.

A retomada dos trabalhos da Comissão de Avaliação e Desenvolvimento Funcional também foi discutida na reunião. o Secretário Rafaelli disse que deverá avançar no propósito de estar funcionando junto ao Recursos Humanos Geral da Prefeitura.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *