Servidores municipais ameaçam parar as atividades no Carnaval

Os servidores municipais da Sesp, Sucom, Transalvador, Guarda Municipal, Salvamar e Sucop poderão entrar em greve em pleno Carnaval, segundo nota do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps). A situação se agravou após a interrupção das negociações envolvendo o Sindseps e a Prefeitura que discutem pontos de reivindicações apresentados pela categoria.As reivindicações são: reajuste salarial do trabalho para os que vão trabalhar no Carnaval, inserção de novos servidores no quadro para o perído e mais pessoas do Salvamar trabalhando nas praias por causa do aumentono fluxo de turistas em Salvador aumenta em fevereiro. Além da falta de imunização dos funcionários que prestam serviços em festas populares contra a meningite. 

Eles também não receberam o abono recebido ao trabalho exercido por atuarem nos serviços nos festejos. Foi convocada uma assembléia geral para a partir das 08h de quarta-feira (3) em frente a Seplag nos Barris.  ‘Todo ano é assim, a Prefeitura fica evitando de negociar com o sindicato e deixa pra tomar uma decisão nas vesperas do Carnaval e agora por decreto congelou as despesas tomando como base o valor dos gastos com pessoal do Carnaval 2009’, disse o diretor do Sindseps, Gustavo Mercês.

Redação CORREIO

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *