Pagamento de salários e 13º condicionados: “se”. E abuso de poder imperam no Executivo Municipal de Jequié.

 

Em um ato de covardia e abuso de poder, o Secretário de Fazenda da Prefeitura de Jequié, sr. Givaldo Barros, expulsou da “sua sala uma funcionária pública do município, trabalhadora e honrada,  que impende com seus deveres e obrigações que lhes são atribuídos, tudo porque a servidora fez uma pergunta pertinente que reflete, hoje, a realidade do Município de Jequié:   

 

– quem administra a Prefeitura, é o prefeito ou são os vereadores?  

 

Só para que você, caro leitor, possa situar-se:

 

Ontem, terça-feira(7), em sessão na Câmara de Vereadores de Jequié, segundo palavras dos senhores vereadores:

 

Vereador José Simões:

 “aprovamos a suplementação para pagamentos de salários incluindo 13º. Onde está o dinheiro? Desviaram!” Disse ele.

 

Vereador Joaquim Caires:

“diante das sérias denúncias que o nobre vereador José Simões  fez, proponho até que se constitua uma comissão parlamentar de inquerito(CPI),  todos me conhecem e sabem que não serei conivente com irregularidades, que sejam afastados secretários, coordenadores ou quem quer que seja para apuração das denúncias”.

O projeto de Lei N.º 19/2010, de autoria do Poder Executivo Municipal que autera o artigo 1º da Lei N.º 1.822, de 22 de janeiro de 2010, que autoriza alterações no Sistema Orçamentário e dá outras providências, foi votado e aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes, no dia 12/07/2010. A suplementação aprovada somou o montante de R$ 44.195.000,00 (quarenta e quatro milhões, cento e noventa e cinco mil reais), distribuídos pelas diversas secretarias municipais.

Por conta do suposto “desvio”  do dinheiro ( segundo disse o sr. vereador José Simões) é que os funcionários efetivos do municipio de Jequié (lotes 4 e 5) estão sem receber seus salários que deveriam ser pagos até o dia 07/12, em contra-senso com que está escrito no calendário de pagamentos da prefeitura:

“O servidor municipal de Jequié tem dia certo para receber seu salário. Parabéns!”.

 

Até o  momento não há previsão de quando será disponibilizado os recursos para pagamentos de salários dos lotes.

Novamente a  Prefeitura solicitou a Câmara de Vereadores que seja apreciada e aprovada mas uma suplementação orçamentária como condição para pagamentos de salários e 13º.

 

 

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *