SINSERV faz mudança na antiga sala da Comissão de Desenvolvimento Funcional

Diretores do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jequié (SINSERV) e Membros da Comissão de Desenvolvimento Funcional fizeram nesta terça-feira, 24 de novembro, a mudança dos móveis e da documentação que se encontrava na antiga sala da Comissão.

A mudança foi fruto da negociação junto a gestão do município que conseguiu um novo espaço para funcionamento e retomada dos trabalhos da Comissão. A nova sede vai funcionar no anexo do prédio do Recursos Humanos Geral da Prefeitura de Jequié. A logística para o funcionamento da sala já está sendo efetivada e vai atender os anseios da categoria.

A diretoria do SINSERV esteve também na terça-feira, 24 de novembro, na Secretaria Municipal de Saúde discutindo questões relacionadas a situação que os servidores vêm enfrentando no município de Jequié. Dentre os pontos abordadas, estar as condições de trabalho nas Unidades de Saúde, visto que a entidade vem recebendo inúmeras reclamações em relação a higienização nos setores. De acordo com as denúncias, a limpeza desses locais não acontecem há vários dias, mesmo sendo fundamental para evitar a disseminação de doenças.

Em resposta, a Secretária Municipal de Saúde, Ana Cicília Fonseca, disse que ao assumir o cargo de Secretária, o contrato de pessoal terceirizados já havia vencido e não houve renovação. Diante disso, ficou com número reduzido de funcionário, que faz principalmente esse tipo de serviço.

Ainda segundo a Secretária Ana Cecília, mesmo sem contrato, algumas pessoas permaneceram exercendo suas atividades na esperança de renovação. Como não ocorreu o esperado, todo o pessoal foi dispensado. Ana Cecília também declarou que foi realizada algumas visitas as Unidades de Saúde, onde foi feito um relatório do diagnóstico atual da situação e constatou que os setores se encontram apenas com um reduzido quadro de funcionários de serviço Gerais, e garantiu que até sexta-feira 27 de novembro, estará solucionado a situação.

Na reunião também foi discutido sobre os servidores que estavam afastados de suas funções, por pertencerem ao grupo de risco da COVID-19 e retornaram as suas atividades com receio de ter o adicional de insalubridade suprimido. A situação de alguns servidores que continuam afastados e sofreram o corte da insalubridade ainda não foi resolvida, mas o SINSERV ficou responsável de encaminhar a relação desses servidores afastados.

O Presidente do SINSERV, Venicio Lucena, questionou sobre o decreto que suspende férias e licença prêmio. Segundo a Secretária Ana Cecília, a medida se deu justamente pelo fato diminuição do quadro de pessoal terceirados e para que os serviços não fiquem prejudicados nas Unidades de Saúde.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *