Ibope: Dilma sobe 5 pontos, Serra cai 3 e os dois empatam em 37%

Ibope: Dilma sobe 5 pontos, Serra cai 3 e os dois empatam em 37%

O Estado de S. Paulo e a TV Globo divulgaram neste sábado (5) pesquisa do Ibope em que José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) estão empatados, com 37% cada um. Serra caiu três pontos desde abril. Dilma subiu cinco. No segundo turno também há empate: 42% a 42%, com Serra recuando quatro pontos e Dilma avançando cinco. Na pesquisa espontânea, Dilma subiu quatro pontos, para 19% e Serra subiu um ponto, para 15%.

 Marina Silva (PV) aparece com 9% na pesquisa Ibope, o mesmo número da pesquisa anterior, feita de 13 a 18 de abril. Os indecisos somam 8% dos entrevistados e 9% disseram que votarão em branco, nulo ou em nenhum candidato.

O Estadão Online atribuiu o crescimento da candidata de Lula ao programa de TV do PT, exibido em rede nacional no mês passado. O DEM também exibiu Serra em seu programa, mas segundo o jornal “a propaganda petista foi mais efetiva”.Os dois programas tiveram a mesma audiência – cerca de um quarto do eleitorado. No entanto, “Dilma tem 51% das intenções de voto no grupo que viu seu programa, e apenas 34% no segmento que não viu nenhum político na TV. No caso de Serra, praticamente não há diferenças entre os dois grupos: 41% de preferências entre os que viram o programa tucano e 37% entre os que não viram”, diz o Estadão.

Estadão vê ‘favoritismo’ de Dilma

Apesar do empate, o jornalista José Roberto de Toledo, do Estado, aponta o “favoritismo” de Dilma. “A maior mudança detectada pela pesquisa foi no favoritismo dos presidenciáveis aos olhos dos eleitores: agora, 40% apostam que Dilma será a sucessora do presidente Lula, contra 35% que jogam suas fichas em Serra. Em abril, a situação era inversa: 43% apostavam no tucano, e apenas 34% achavam que ela venceria”, analisa Toledo.

A vantagem na pesquisa espontânea também aponta uma favorita. Além da vantagem de 19% contra 15% (no limite da margem de erro do Ibope), há os 12% do eleitorado que manifestaram a intenção de votar no presidente Lula. Na região Nordeste, este índice sobe para 22%.

Os números do Ibope também desfavorecem Serra no quesito rejeição. Ele é o presidenciável mais rejeitado, 24% dos eleitores dizendo que não votarão nele, enquanto 19% rejeitam Dilma e 15% Marina. Na rodada de abril do Ibope, Dilma tinha uma rejeição dois pontos superior à de Serra: 34% contra 32%.

Além de pesquisar o cenário com os pré-candidatos do PSDB, do PT e do PV, o Ibope também apresentou aos entrevistados, pela primeira vez, uma lista com os nomes dos candidatos de pequenos partidos. Mesmo com 13 pré-candidatos no segundo cenário, o quadro fica exatamente o mesmo – Serra, Dilma e Marina mantêm seus porcentuais.

Popularidade do governo Lula

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é considerado ótimo ou bom por 75% dos eleitores, segundo a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. A nota média dada à gestão, em uma escala de zero a 10, é de 7,8.

A divisão do eleitorado por regiões e faixas de renda revela que o nível de apoio é mais alto entre os mais pobres e entre os moradores da região Nordeste. Para 82% dos nordestinos, o governo é ótimo ou bom. A aprovação é de 80% entre os brasileiros que têm renda familiar de até um salário mínimo.

Porém mesmo no outro extremo o Ibope registra índices recordes de popularidade: 65% dos moradores do Sul afirmaram que o governo é ótimo ou bom. Na população com renda superior a cinco salários mínimos, a aprovação é de 68%. Cerca de um quarto do eleitorado atribui nota 10 ao governo. Apenas 7% dão nota inferior a 5.

O desempenho pessoal de Lula tem índice de aprovação ainda maior que o de seu governo: 86% estão satisfeitos com a forma como o presidente governa o país. A avaliação positiva do presidente chega a 92% na região Nordeste. No Sul Lula tem seu pior desempenho: ‘apenas’ 75% o aprovam

O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 141 cidades entre os dias 31 de maio e 3 de junho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 13642/2010.

Da redação, com agências

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *