SINSERV realiza oficina de Saúde Mental em comemoração do Dia do Servidor

IMG_9756

Aconteceu hoje pela manhã (28/10) a 1ª Oficina de Saúde Mental do Trabalhador Público Municipal de Jequié. O evento foi realizado pelo SINSERV, no auditório Cerimonial Catedral, como parte das comemorações do Dia do Servidor, que, conforme decreto da Prefeitura Municipal de Jequié o feriado alusivo à data foi adiado para sexta-feira (30).

A abertura das atividades se deu com a composição da mesa, formada por Maria Neide (Presidente do SINSERV) e demais representantes dos trabalhadores, da Prefeitura, do Conselho Municipal de Saúde, da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) e da COGNE – Psicologia Especializada.

Dentre os temas abordados, a Oficina apresentou as palestras “Os efeitos das substâncias psicoativas no ambiente de trabalho” pelo Psicólogo Jorge Sampaio, “Entre o atender e o ser atendido: um olhar para o trabalhador do serviço público” Psicólogo Lucas Ribeiro Novaes e Maria Neide. Finalizando com uma plenária sobre o tema “A política de saúde do trabalhador no SUS” apresentada pela Secretária de Saúde Juliane Caires e pelo Presidente do Conselho Municipal de Saúde Silvino Tomaz.

Alusões ao Dia do Servidor

O SINSERV defende que a 1ª Oficina de Saúde Mental do Trabalhador Público Municipal de Jequié se caracterizou pela sua diferença nas comemorações ao Dia do Servidor até porque os associados, geralmente, esperam que o sindicato promova uma festa para celebrar a data. No entanto, a entidade percebeu que os servidores da nossa base carecem de uma atenção especial relacionada ao acesso aos serviços de saúde, a data alusiva ao servidor foi lembrada neste ano por essa necessidade. Especialmente no que se refere ao cuidado com a sua própria saúde, bem como a criação de uma política pública municipal que contribua evitando o adoecimento do funcionário no serviço.

A proposição do SINSERV é que a Oficina de Saúde Mental do Trabalhador tenha continuidade em outros momentos, permitindo construir uma proposta junto à gestão municipal visando ampliar essas discussões.

Para a CTB é interessante criar uma comissão permanente de saúde do trabalhador, envolvendo também a base da APLB e do SIND ACS/ACE. Rita Rodrigues aproveitou para sugerir que a Prefeitura crie uma espécie de 3º turno nas Unidades Básicas de Saúde funcionando o atendimento médicos para todos os trabalhadores. E, inclusive, investigando quais são os problemas de saúde mais frequentes entre os servidores públicos, quais são as suas causas e como tratá-los.

Texto e foto: Antonio Argolo/SINSERV

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *