STF estuda suspender recesso para julgar processo do mensalão, diz jornal

O Supremo Tribunal Federal (STF) avalia suspender o recesso de julho para julgarem o processo do mensalão em uma covocação exclusiva, afirma o Painel do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira (27). De acordo com a publicação, a proposta foi levantada dentro da própria Corte e é motivada pelo fato de que a demora no julgamento do maior escândalo de corrupção da era Lula pode levar à prescrição de alguns dos crimes. De 40 denunciados pelo esquema, o Supremo transformou 37 em réus do processo. Entre eles, estão os ex-ministros José Dirceu (Casa Civil), Luiz Gushiken (Comunicação do Governo) e Anderson Adauto (Transportes), o empresário Marcos Valério, João Paulo Cunha (PT-SP), José Genoino (PT-SP) e Roberto Jefferson (PTB-RJ), autor das denúncias.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *